7.1.06

 

Se Falta de Vergonha na Cara Matasse...

... Lulla e seus comparsas de partido já estariam fulminados no chão. Felizmente para o Supremo Apedeuta e companhia, falta de vergonha não mata; é apenas mais um aspecto da absoluta falta de caráter.

O tema já circulava a boca pequena em Brasília há algum tempo, mas agora ficou oficial: Lulla quer indicar dois petistas para ocupar posições que estão vagando no Supremo Tribunal Federal. Os nomes não poderiam ser piores: Luiz Eduardo Greenhalgh (que tem na sua biografia o caso Lubeca, antepassado distante do valérioduto, e também o caso Santo André, onde apesar de todas as evidências em contrário, ele defendeu desde o começo a tese do crime comum), e Tarso Genro (que além de ex-presidente do PT, é conhecido por suas interpretações "criativas" da lei e da Constituição, como quando pediu, menos de 20 dias depois da posse de FHC no seu segundo mandato, a renúncia do presidente e a antecipação das eleições). É um caso típico de colocar as raposas para proteger o galinheiro.

Esse é mais um exemplo da absoluta falta de comprometimento de Lulla e sua laia com a democracia e com os mais básicos princípios do respeito à ética. Como pode um presidente da República indicar para a corte mais alta do país dois homens que, além comprometidos até o pescoço com um partido político, estão também comprometidos com o maior escândalo de corrupção da história deste país?

Caso Lulla leve essa sandice adiante, as eventuais indicações de Genro e Greenhalgh precisam que ser aprovadas pelo Senado, onde a oposição tem maioria. Tomara que pelo menos dessa vez ela tenha hombridade suficiente para barrar os sonhos do PT e de Lulla de aparelhar todo e qualquer espaço que exista no governo, com o objetivo de perpetuar-se no poder indefinidamente. Já que ela não tem a coragem de pedir o impeachment...

Reinaldo Azevedo, como sempre, manda bem a respeito do caso. Seu artigo, "Tarso e Greenhalgh, as “Adelitas” do Supremo", vale a pena ler.

5.1.06

 

Um Balanço de 2005

O ano de 2005 poderia entrar para a história como o ano em que as ilusões foram desmascaradas, os santos de barro viram seus pés derreterem, a mentira mostrou que tem pernas longas mas inevitavelmente tropeça em algum ponto do caminho. Infelizmente, também foi o ano que mostrou que muita gente está disposta a continuar acreditando nas mesmas ilusões mistificadoras, adorando os mesmos santos e contando as mesmas mentiras, e que é muito fácil trocar as falsidades desacreditadas por versões novas da mesma velha lorota.

Artigo completo no Livre Pensamento.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?